Documento sem título

 NAVEGUE
 Principal  
 Agenda  
 E.B.D.  
 Estudos  
 Galeria de Fotos  
 Meditações  
 Mensagens (texto)  
 Mensagens (vídeos)  
 CRISTO LIBERTA
 Quem somos  
 Bispo Tiezzi  
 Congregações  
 Fale conosco  
 SERVIÇOS
 Leia a Bíblia  
 Plano de Leitura  
 Guia Comercial  
 ADICIONE




Dê o testemunho
daquilo que o
Senhor fez na sua
vida... Agende com
antecedência!

Procure os Pastores
Sérgio Cruz e
Gutemberg Viana.



Este site é melhor visualizado em
1024 x 768 pixels ou superior.
Use o
Internet Explorer
5.5 ou superior.



Uma renovação com Deus
“E não vos conformei com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja, boa, agradável e perfeita vontade de Deus.” (Romanos 12.2)
Não vos conformeis com este mundo indica não ter uma modelagem segundo um determinado padrão mundano, em que uma coisa toma a forma de outra, adquirindo com isso o seu caráter e a sua maneira de viver, mediante alguma influência ou poder exterior da sociedade onde vivemos. Em outras palavras, isto quer dizer para não adotar a maneira errada e fingida do povo do mundo, mas ser transformados pelo poder de Deus.

Em nossa vida há mudanças naturais todos os dias. Quando éramos crianças, pensávamos, falávamos e agiam como crianças. Agora, como adultos, temos mudado a nossa maneira de pensar e de falar. E na vida espiritual, qual é o nosso estágio? Já somos adultos na fé ou ainda meninos?

O próprio apóstolo Paulo afirma:

(I Coríntios 13.11) “Quando eu era um menino, falava como menino, sentia como menino, discorria como menino, mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino.”

E, agora, adultos somos moldados pelo meio em que vivemos? E qual é o momento mundial em que vivemos? Com certeza estamos em um período de desorientação, de indisciplina e espírito de rebeldia. O enfraquecimento do lar e do casamento traz a imoralidade, a violência e a ganância desenfreada. A falta de ideal e de seriedade têm nos afastado cada vez mais de Deus.


Só a Igreja de Cristo tem poder para mudar este estado de corrupção, falta de segurança e honestidade em nosso meio. Mas a Igreja só vai mudar a sociedade se os seus líderes, obreiros e membros priorizarem uma vida de santidade com Deus. È o nosso desafio: renovar cada vez mais a nossa vida com Deus.



I – A renovação do caráter

È a peça fundamental e primordial de nosso ser, do qual depende todo o resto. É a renovação do coração com mais amor ou do caráter. Porque é na vida interior que está o segredo para ser um crente de verdade. Salomão, o maior sábio da antiguidade, já dizia:

(Provérbios 4.23) “Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as saídas da vida.”

Ou seja, controlar as emoções e a língua. Cristo, em uma entrevista com o senador Nicodemos, declarou:

(João 3.3) “Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo não pode ver o Reino de Deus.”

Isto confirma que o homem natural sem Cristo na vida não tem capacidade de “ver” ou “entrar” no Reino de Deus. Por mais dotado que seja é cego nas verdades espirituais, pois ele não pode obedecer aos desígnios de Deus e muito menos agradar ao Senhor. A condição do novo nascimento é fé em Cristo e através do novo nascimento se torna membro da família de Deus.

Este novo reino que Jesus desejava estabelecer no mundo devia começar no interior do homem.

(Lucas 17.20-21) “...O Reino de Deus não vem com aparência exterior. Nem dirão: Ei-lo aqui! Ou: Ei-lo ali! Porque o Reino de Deus está entre vós.”

O melhor pelo Espirito Santo está em vós. A grande pedra de tropeço para a causa do Evangelho ser aceita são os crentes superficiais na sua vida espiritual, e como conseqüência na vida material, são os crentes sem raízes na Bíblia e na pureza, sem firmeza nas verdades do Evangelho de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo; que se firmaram nos conceitos errados e nos defeitos daqueles que estão na sua liderança.

Se quisermos a expansão da Igreja e ganhar o mundo para Jesus, se quisermos salgar a terra e ser luz nas trevas, precisamos de uma renovação de nossa vida com Deus.

Buscando uma nova unção do Espírito Santo.


II – A renovação da visão.


A segunda peça importante na nossa Renovação com Deus é a renovação da visão. Precisamos de maior e melhor visão de Deus e do nosso próximo para entender a nossa tarefa aqui na terra. Quando o homem confia demais em seus próprios recursos, na potencialidade de sua inteligência, na sua formação intelectual, ele se envaidece e corre o perigo de não sentir mais Deus em sua vida, nem de conhecer e aceitar o senhorio de Cristo.

Essa tendência de confiar excessivamente em suas próprias possibilidades humanas para a solução dos problemas é um desastre na vida do crente, como disse o profeta:

“Maldito o homem que confia no homem, e faz da carne o seu braço, e aparta o seu coração do Senhor!” (Jeremias 17.5).

Precisamos reconhecer que dependemos de Jesus em tudo, como Ele disse:

“Eu sou a videira, vós, as varas; quem está em mim, e eu nele, este dá muito fruto, porque sem mim nada podereis fazer.” (João 15.5)

Jesus é tudo em nós e sem Ele nada podemos fazer.

Para novas conquistas no Reino de Deus precisamos aprofundar a nossa visão de Deus, confiar mais no poder divino e viver sob a Sua direção.

Foi o que sentiu o profeta Eliseu, quando em oração pediu a Deus que abrisse os olhos de seu servo, para mostrar que a presença divina era mais poderosa do que os exércitos inimigos.

(II Reis 6.17) “...E o SENHOR abriu os olhos do moço, e viu; e eis que o monte estava cheio de cavalos e carros de fogo, em redor de Eliseu.”


III – A renovação da vontade.


A terceira peça importante para a renovação com Deus é a renovação da vontade de servir a Deus.

(Mateus 12.50) Porque qualquer que fizer a vontade de meu Pai, que está nos céus, este é meu irmão, e irmã, e mãe.”

Coração renovado e visão renovada produzem ação renovada. No magistral sermão da montanha, ao estabelecer as bases da vida cristã, Jesus ensinou que não é o que diz “Senhor, Senhor”, mas, sim, quem faz a vontade de Deus, que é o verdadeiro cristão.

(Mateus 5.16) Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai, que está no céu.”

Encontramos na vida de profeta Esdras um magnífico exemplo para os nossos dias. Esdras não somente se preparou “Para buscar a Lei do Senhor”, mas especialmente se preparou “para a cumprir”.

“Porque Esdras tinha preparado o seu coração para buscar a Lei do Senhor, e para a cumprir, e para ensinar em Israel os seus estatutos e os seus direitos.” (Esdras 7.10).

Segundo a tradição histórica, foi Esdras que uniu os livros do A.T. em uma só obra e instituiu a liturgia do culto. Era um homem piedoso, fiel às Escrituras e que as amava ardorosamente. Eis o segredo do êxito na nossa perigosa jornada aqui na terra: Procurar o Senhor para melhor viver.

Conhecer somente não basta. Os sentimentos podem ser tocados, o intelecto pode ficar instruído, mas se a vontade de Deus não atuar e não houver a manifestação do poder de Deus, nada vai mudar.

Se dissermos que somos transformados, devemos acreditar que Deus mudou a nossa maneira de pensar e de viver, e isto trará paz e alegria no Senhor.


Epílogo.

O Evangelho que pregamos tem tudo para trazer felicidade ao ser humano, tudo para salvar cada criatura do pecado, curar suas enfermidades. Mas nada disso acontece sem a renovação do caráter, da visão e da vontade dos crentes em geral.

Isso é possível quando damos prioridade ao nosso relacionamento com o Pai. Por isso, é oportuna a exortação do profeta:

”Amplia o lugar de tua tenda, e as cortinas das tuas habitações se estendam; não o impeças; alonga as tuas cordas e firma bem as tuas estacas.” (Isaías 54.2).

E sirva a Deus com amor e gratidão.


Amar é a minha vida, abençoar é a minha Mensagem!


Mensagem Postada em 19/10/2014 por: Bp. Tiezzi

       


Conheça outros trabalhos dentro do nosso Ministério.




Desenvolvimento e Hospedagem