Documento sem título

 NAVEGUE
 Principal  
 Agenda  
 E.B.D.  
 Estudos  
 Galeria de Fotos  
 Meditações  
 Mensagens (texto)  
 Mensagens (vídeos)  
 CRISTO LIBERTA
 Quem somos  
 Bispo Tiezzi  
 Congregações  
 Fale conosco  
 SERVIÇOS
 Leia a Bíblia  
 Plano de Leitura  
 Guia Comercial  
 ADICIONE




Dê o testemunho
daquilo que o
Senhor fez na sua
vida... Agende com
antecedência!

Procure os Pastores
Sérgio Cruz e
Gutemberg Viana.



Este site é melhor visualizado em
1024 x 768 pixels ou superior.
Use o
Internet Explorer
5.5 ou superior.



Ânimo, o agente ativador do ser
“Tenho-vos dito isso, para que em mim tenhais paz; no mundo terreis aflições, mas tende bom animo; eu venci o mundo”
(João 16.33)


O ânimo é um atributo da alma, uma força no nosso interior e um agente ativador da vida. Se não tivermos ânimo, não poderemos reviver os nossos sonhos e lutar pelas realizações de nossos objetivos. Jesus nos ensinou a ter ânimo mesmo quando estamos no meio às aflições, porque Ele venceu o mundo. E Ele estando em nos seremos mais do que vencedores.


I – O que causa o desânimo.

A – O poder de comunicação negativa.


Uma palavra pessimista pode levar ao desânimo. Depois de ser ameaçado pela rainha Jezebel, o profeta Elias fugiu para o deserto, refugiando-se com medo debaixo de um zimbro e pediu em seu animo a morte.

(I Reis 19.4) “Já basta Senhor, toma agora a minha vida, pois não sou melhor do que meus pais”

O Senhor que nunca abandona os seus lhe manda um anjo que o tocou e lhe disse: I Reis 19.7 “Levanta-te e come, porque mui comprido será o teu caminho”

O exército de Israel temeu diante das ameaça do gigante Golia. Deus levanta Davi e veio à vitória.

B – As terríveis lutas da vida.

Se você estiver enfrentado momentos de adversidade e de lutas. Não desista, do contrário, o desânimo irá tomar conta de sua vida. E levará a uma depressão ou pânico.

Temos o exemplo do apóstolo Paulo que quase se desesperou por ter sofrido tantas perseguições, sofreu combate por fora dos inimigos de Cristo e por dentro junto aos irmãos temores por não ser bem compreendido. Ele escreve: 2 Coríntios 11.24-25 “Recebi dos judeus cinco quarentenas de açoites menos um; três vezes fui apedrejado, três vezes sofri naufrágio, uma noite e um dia passei no abismo”.

E ainda preso em cadeias por muito tempo.

E por fim com alegria pude exclamar: 2 Timóteo 4.7 “Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé”

C – A ação de Satanás.


O inimigo quer minar a nossa fé colocando obstáculos em nossa vida com o fim de desanimar-nos. Mas somente poderemos vencer todas as ciladas do inimigo se ficamos firmes e nos revestimos das armaduras de Deus.

(Efésios 6.11) “Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo; porque não temos que lutar contra carne e sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldades, nos lugares celestiais.


II – Qual o resultado do desânimo?

A – Perder o objetivo.


O desânimo pode fazer perder os sonhos de sua vida. Observamos isso, na caminhada do povo de Israel pelo deserto. O objetivo deste povo era chegar à terra de Canaã, mas desanimado e triste desejou voltar para o Egito.

(Êxodo 14.12) “Deixa-nos que sirvamos aos egípcios? Pois, melhor nos fora servir aos egípcios do que morrermos no deserto.”

B – Andar para trás.


Israel estava perto de um rio. Era só atravessar o rio Jordão e conquistar a terra prometida, mas desejou voltar para trás. Eles estavam a um passo da vitória, mas foram vencidos pelo desânimo e desejaram retroceder.

(Números 14.4) “E diziam uns aos outros: Levantemos um capitão e voltamos aos Egito”.

C – Sentir um complexo de inferioridade.


Moisés enviou doze espias para ver os habitantes da terra de Canaã. E quando olharam estes homens, dez deles disseram se sentir como gafanhotos. Ou seja, pessoas insignificantes e sem valor.

(Num.13.33) “Também vimos ali gigantes, filhos de Anaque descendentes dos gigantes; e éramos aos nossos olhos como gafanhotos e assim também éramos aos seus olhos”


III – Ingredientes para uma vida animada.

A – Ter fé.


A fé é um elemento ativador do ânimo. Quantas vezes me ouviram deste púlpito esta frase: “Nós temos Deus e esta é a nossa força.”

(I João 5.4) “Porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé”

Temos na Bíblia, uma mulher que sofria do fluxo de sangue passou por esta experiência. Ela gastou tudo quanto possuía com médicos e remédios, indo de mal para pior, mas ouvindo falar de Jesus: Marcos 5.27-28 “E ouvindo falar de Jesus, veio por detrás, entre a multidão, e tocou na sua vestimenta. Porque dizia: Se tão somente tocar nas suas vestes, sararei.”

E logo sarou e recebeu o milagre.

B – Ser cheio do Espirito Santo.

O apóstolo Paulo, embora tenha sido caluniado e expulso de Antioquia estava cheio de alegria e do Espírito Santo. Em Icônio, ele descobriu uma cilada para matá-lo e, então fugiu. Em Listra, foi apedrejado, e o seu corpo foi jogado para fora da cidade, mas continuou firme na fé e confirmou o ânimo dos discípulos:

(Atos 14.22) “E confirmando o ânimo dos discípulo, exortando-os a permanecer na fé, pois que por muitas tribulações nos importa entrar no Reino de Deus”

C – Ser sustentado pela Palavra de Deus.


Em Salmos 119.116: “Sustenta-me conforme a tua Palavra, para que viva, e não me deixes envergonhado da minha esperança”.

Nós somos sustentados pela Palavra de Deus. Por isso, o diabo quer tirar a Palavra da Igreja, da família e da nossa vida. Ele usou a Palavra para tentar a Jesus. O diabo quer que nossos cultos não tenham a pregação da Palavra.

Pode ter muitas coisas para atrair o povo, mas menos tempo para a Palavra.

D – Ter visão otimista da vida.

Em Mateus 6.22 “A candeia do corpo são os olhos; de sorte que os olhos forem bons, tudo o teu corpo será feliz.

A maneira de como interpretamos a vida é o que identifica-nos como pessoa otimista. Nós precisamos manter a mente de Cristo: 1 Coríntios 2.16 “Porque quem conheceu a mente do Senhor, para que possa instruí-lo? Mas nós temos a mente de Cristo.”

E compreender que as tribulações são para nossa edificação. Observe o avião, que sobe somente se o vento estiver soprando contrário. Precisamos em qualquer momento a mente de Cristo, ser cheio da graça e de fé. Então venceremos.


Epílogo.

O resultado das pessoas que têm uma vida animada são cheias de energias, intrépidas, corajosa, alegre, persistentes, confiantes, e sabem em quem têm crido, não murmuram e estão sempre entusiastas.

As pessoas animadas não desistem diante das lutas, mas são geradas de novo para uma viva esperança.

(I Pedro 1.3) “Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que, segundo a sua misericórdia, nos gerou de novo para uma viva esperança, pela ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos.”

Jesus não afirmou que teríamos uma vida tranquila, como viver em um mar de rosas. Ele disse que, no mundo passaríamos por muitas dificuldades e tribulações, mas incentivou-nos a ter bom ânimo. Procure você também incentivar o seu próximo ajudando a sair do charco de lodo da angustia.

Profetize palavras de bênçãos.


Amar é a minha vida, abençoar é a minha Mensagem!


Mensagem Postada em 21/09/2014 por: Bp. Tiezzi

       


Conheça outros trabalhos dentro do nosso Ministério.




Desenvolvimento e Hospedagem