Documento sem título

 NAVEGUE
 Principal  
 Agenda  
 E.B.D.  
 Estudos  
 Galeria de Fotos  
 Meditações  
 Mensagens (texto)  
 Mensagens (vídeos)  
 CRISTO LIBERTA
 Quem somos  
 Bispo Tiezzi  
 Congregações  
 Fale conosco  
 SERVIÇOS
 Leia a Bíblia  
 Plano de Leitura  
 Guia Comercial  
 ADICIONE




Dê o testemunho
daquilo que o
Senhor fez na sua
vida... Agende com
antecedência!

Procure os Pastores
Sérgio Cruz e
Gutemberg Viana.



Este site é melhor visualizado em
1024 x 768 pixels ou superior.
Use o
Internet Explorer
5.5 ou superior.



Como vencer as tentações?
“Quando vi entre os despojos uma boa capa babilônica, e duzentos siclos de prata e, uma cunha de ouro, do peso de cinqüenta siclos, cobicei-os e tomei-os; e eis que estão escondidos na terra, no meio da minha tenda, e a prata debaixo dela.” (Josué 7.21)

Podemos definir tentação, segundo o dicionário, como ato ou efeito de induzir alguém a fazer uma tentativa para alterar alguma coisa ou condição.

Esta é a artimanha mais usual do diabo para tentar afastar o homem do propósito que Deus tem estabelecido para sua vida. Ele oferece ao homem algo que, aparentemente, é agradável e benéfico, mas que na verdade leva-o à destruição.

Os filhos de Israel tinham acabado de destruir Jericó, algo que aos olhos humanos seria impossível acontecer. Vocês conhecem: as sete voltas ao redor da cidade, uma ao dia, e no sétimo dia, sete vezes até que os muros caíram. Agora chegou o momento de continuar a caminhada invadindo AI, uma terra que certamente traria menos problemas, porque eram poucos os inimigos.

(Josué 7.3) “Voltaram a Josué, e disseram-lhe: Não suba todo o povo; subam uns dois ou três mil homens, e destruam a Ai. Não fatigues ali a todo o povo, porque os habitantes são poucos.”


Tinham recebido uma ordem de Deus de nada retirar daquela cidade, que era considerada maldita.

Ceder às tentações é como negar o Senhor nosso Deus. Acã cedeu à tentação de tomar aquilo que não devia, e levou todo o povo a sofrer uma terrível derrota.

Nesta noite você caminhará na direção contrária, pois Deus abrirá um caminho para que você vença definitivamente as tentações, e possa experimentar as vitórias do Senhor para sua vida.


I – Como se dá o processo em que o diabo tenta induzir o Homem?

Segundo o texto de II Cor.11.3 “Mas temo que, assim como a serpente enganou Eva com astucia, assim também sejam de alguma sorte corrompidos...”

O diabo age na vida do homem com muita astúcia na tentativa de enganá-lo. Esse processo de indução consiste em emprenhar no homem:

Primeiro o sentimento Fascinação, que é uma atração irresistível, encantamento, deslumbramento.

Ninguém é culpado do primeiro olhar, mas do segundo ou vários. Acã viu entre os despojos uma capa babilônica, siclos de prata e uma barra de ouro bem pesada; este fato fez com que uma forte atração invadisse seu coração. O valor seria mais ou menos de R$ 50.000,00.

Paulo nos adverte quanto a esse perigo em Gálatas 3.1 “O insensatos gálatas! Que vos fascinou para não obedecerdes à verdade?...”

Todas as vezes que deixamos de olhar para a cruz de Cristo e para sua vontade, nos tornamos alvos fáceis para sermos encantados e seduzidos por aquilo que vemos.

O diabo quer apresentar à sua frente situações que possam deslumbrá-lo em diversas áreas: sexo, dinheiro, poder, soberba...
Acã estava desviando seus olhos do plano de Deus. Estava completamente fascinado pela beleza da capa e pela quantidade de dinheiro encontrado, e pensou que tudo iria mudar sua vida.

Declare: Eu não trocarei meu chamado de Cristo por nada que meus olhos vejam, que possam me trazer encanto, porque todo poder de fascinação está quebrado na minha vida em nome de Jesus.

Encontramos em Mateus 6.22-23 “....Se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo terá luz, mas se forem maus o teu corpo será tenebroso”.

Segundo, o sentimento cobiça que age nos estágios seguintes: significa um desejo impaciente e apressado de possuir bens materiais, uma ambição sem medida de riquezas.
Acã continua dizendo que desejou aquilo que seus olhos viram, e isto fez com que ele tomasse aqueles objetos. Aos seus olhos aquilo representava algo de muito bom, que só traria alegria.

A cobiça rouba do homem seus preciosos valores à medida que este passa a fazer qualquer coisa para alcançar seu objetivo, ainda que seja necessário passar por cima de seus semelhantes, e até mesmo de Deus.

Aquele que é tomado pela cobiça deixa de estar com seus pés sobre a Rocha, que é Jesus Cristo, para nadar nas nuvens do engano e do roubo.

Declare: Eu sei que o Senhor tem as melhores coisas reservadas para mim, eu não tirarei os meus pés desse caminho, antes estarei firmado em Seus propósitos.


II – Seja um vencedor sobre as tentações


Jesus também foi alvo das tentações do inimigo como vemos em Mateus 4.1-11, porém Ele venceu todas elas pela Palavra. O inimigo veio com palavras doces... com argumentos lógicos e até com citações de parte das Escrituras.

Mas Jesus, como homem, venceu às tentações respondendo pela Palavra; e nós hoje temos a vitória completa contra todo o intento do inimigo pelo poder do Espírito Santo. Deus sabia o que Jesus estava fazendo ali no deserto, Ele não lutava somente por si mesmo, mas por nós. Adão falhou e caiu, Jesus foi e venceu pela Palavra de Deus e pelo Espírito Santo que hoje habita em você.

Nesta noite o Senhor vai abrir um caminho para que você vença esse processo do diabo na sua vida, e a fascinação ou cobiça pelas coisas deste mundo não poderão lhe tocar. Para isso, como Jesus, você precisa: Ser guiado pelo Espírito e não pela própria vontade. Ter vida no altar de Deus.

A Bíblia nos mostra que após ser batizado, Jesus recebeu sobre si o Espírito de Deus e então partiu pelo deserto. (Mateus 4.1) “Era cheio do Espírito Santo.”…e podia vencer todas as tentações.

Quando estamos revestidos deste poder, ainda que as tentações venham, o diabo não encontra guarida para seus intentos. O diabo ofereceu a Jesus poder e status, e ainda tentou roubar-lhe a soberania, mas Jesus estava cheio do Espírito Santo: (Romanos 8.13) ”Porque, se viverdes segundo a carne, caminhais para a morte; mas se pelo Espírito mortificardes os feitos do corpo, certamente vivereis.”

Verdadeiramente aquele ditado que diz que a carne é fraca é real; ela é tão fraca que já está debaixo dos seus pés e não tem poder de roubar-lhe as bênçãos de Deus. Seja guiado pelo Espírito e certamente não terão poder para destruí-lo.


III – Como enfrentar o diabo.

(Tiago 4.7) “Sujeitai-vos a Deus , resisti ao diabo e ele fugirá de vos.”

Parece contraditório dizer: fugir do mal e ao mesmo tempo resisti ao diabo. Na verdade, fugir do mal significa não se expor desnecessariamente a situações nas quais o diabo pode te levar ao pecado. Recomendo não testar tua fé.

Há situações porém, em que a tentação vem até você sem que você a procure, o diabo se encarrega de trazê-la. Neste caso é preciso enfrentá-lo cara a cara. Olhe bem para a situação e diga: Não.

Quando Deus nos diz para resistirmos, Ele não está esperando que sejamos pessoas super-dotadas. Ele de fato não está esperando que resistamos em nossa própria estrutura humana e frágil a um ser espiritual milenar preparado, pelo contrário, Ele vê tudo e nos dá recursos sobrenaturais para lutarmos e vencermos todas as tentações.

Jesus enfrentou como homem, porém dependendo exclusivamente do Espírito Santo, e é isso que Deus espera de você.
Dependa do Espírito Santo, sujeite-se a Ele, ande com ele constantemente e aí resista ao diabo e ele fugirá de vós.

Infelizmente muitos servos de Deus apresentam fragilidade diante de situações de pressão, e às vezes têm boas desculpas: Eu sempre fui assim, não consigo mudar... Eu não posso controlar o que sinto, é mais forte do que eu....Isso já faz parte da natureza.

Ouça, não espere que a natureza humana vença: (I João 5.4) ”Porque todo que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé.”

Rejeite o pecado. Com certeza devemos buscar a santidade para que nossa vida seja potencializada pelo poder de Deus.


Epílogo.

Estamos vivendo dias difíceis e cheios de atrações de todos os tipos. Desejo lembrar que tudo o que o diabo lhe mostra é falso e cheio de ilusão, e o que lhe espera do outro lado é tristeza e dor nesta vida e, no futuro, o tormento eterno.

(Josué 7.24 e 25) – Tomaram Acã e a prata, e a capa, e a cunha de ouro e a seus filhos e as suas filhas e os seus bois, seus jumentos, e as suas ovelhas e as suas tendas e tudo quanto tinha, os levaram ao valo de Acor e os apedrejaram com pedras e levantaram um grande montão até o dia de hoje.

Esta é a nossa promessa: (Apocalipse 2.7) “Mas aquele que vencer dar-lhe-ei de comer da árvore da vida que está no meio do paraíso de Deus.”


“Amar é a minha vida e abençoar é a minha mensagem”



Mensagem Postada em 07/09/2014 por: Bp. Tiezzi

       


Conheça outros trabalhos dentro do nosso Ministério.




Desenvolvimento e Hospedagem